16 de janeiro de 2018

Engenheiro civil Joel Krüger é o novo presidente do Confea

Olhares voltados para o sistema profissional,  para a sociedade e para o corpo funcional,  caminhando juntos para alcançar os interesses maiores da sociedade brasileira. “Interesses relacionados à melhoria da qualidade de vida de toda a população por meio da Engenharia, da Agronomia e das Geociências”.  Estas são as linhas de ação do novo presidente eleito do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), engenheiro civil Joel Krüger.


“Precisamos estar no centro das grandes discussões da Engenharia, da Agronomia e das Geociências, em torno das grandes questões do desenvolvimento nacional, questões de políticas públicas, de soberania nacional, discutindo a nossa infraestrutura, as nossas cidades, o meio ambiente, a energia, o petróleo, enfim, os grandes temas nacionais em torno dos quais o nosso sistema profissional precisa estar unido para debater”, diz, em relação ao envolvimento do Sistema Confea/Crea e Mútua com a sociedade.


Nascido em Curitiba, em 5 de maio de 1961, Joel Krüger é graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Paraná (1985). Alguns anos antes, havia concluído o curso de Técnico em Edificações pela Escola Técnica Federal do Paraná. É especialista em Gestão Técnica do Meio Urbano pelo convênio Université de Technologie de Compiegne (França) e Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), pela qual também é Especialista em Didática no Ensino Superior e Mestre em Educação, além de professor licenciado do Curso de Engenharia Civil. Foi presidente da Associação dos Professores da PUC-PR, de 1998 a 2000, de 2000 a 2002 e de 2006 a 2008. Consultor na área de transportes com experiência na Prefeitura de Curitiba, desde 1985, foi secretário municipal de Trânsito em 2013. 


O compromisso com a sociedade se integra aos apresentados durante sua campanha, entre eles, respeitar e fortalecer as ações do Plenário e das Comissões Regimentais do Confea, fomentando o alinhamento dos normativos legais às expectativas e necessidades das profissões e dos profissionais; atuar com equidade, harmonia e respeito no relacionamento com os Creas; defender a soberania, o capital tecnológico e as empresas nacionais, posicionando publicamente o entendimento do Confea em relação a temas nacionais e internacionais que envolvem as engenharias, a agronomia, as geociências e as profissões tecnológicas e técnicas. 


O segundo olhar é em relação ao sistema de articulação dos órgãos colegiados do Sistema, órgãos colegiados: plenário Federal, Colégio de Presidentes, Colégio de Entidades Nacionais e Coordenadorias de Câmaras Nacionais. “Precisamos fazer uma grande articulação para não só resolver as nossas questões internas, mas também olhar para o interesse maior do povo brasileiro. Dentro disso, temos que ter um trabalho muito forte com os nossos profissionais, que são a base do nosso Sistema, mas também precisamos ter um trabalho intenso com as nossas empresas de Engenharia. Então, precisamos de um olhar mais holístico dessas questões”. 


No Sistema Confea/Crea, presidiu a Comissão de Acessibilidade do Crea-PR, de 2008 a 2010; foi coordenador do Congresso Estadual de Profissionais – CEP, em 2010; conselheiro do Crea PR nos períodos 1999-2001 (suplente), 2005-2007 (titular) e 2008-2010 (titular); diretor-tesoureiro do Crea-PR, de 2006 a 2010 e presidente do Crea-PR, em mandatos consecutivos desde 2012.  É associado ao Instituto de Engenharia do Paraná, desde 1986; Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná, desde 1985; Associação Brasileira dos Engenheiros Civis – Seção Paraná – ABENC/PR, desde 2011; Mútua – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea-PR, desde 1986, e da Associação Brasileira de Ensino de Engenharia – ABENGE, desde 2007. 


Krüger pretende ainda voltar-se para a gestão interna do Conselho e das suas relações administrativas e normativas com os Conselhos Regionais. “Temos programas importantes, como o Prodesu, que precisamos fazer uma grande discussão; questões da área de informática, onde pretendemos formatar um programa de tecnologia da informação para o Sistema como um todo e discutir um plano diretor de tecnologia de informação para o Confea e outras questões que precisamos discutir com o nosso corpo funcional, sempre tendo um olhar de respeito, de profissionalismo e de eficácia com o nosso corpo funcional que é extremamente competente”.



Texto: Equipe de Comunicação do Confea

Leia Também

CREA-AP NAS REDES SOCIAIS

Av. Raimundo Álvares da Costa, Nº 1597 - Central
Cep: 68.900-915 - Macapá/AP
Telefone/Fax: (96) 3223-0318 / 3223-4008 / 3222-3555

Horário de atendimento ao Público

Das 08:00 às 12:00
        14:00 às 18:00

Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amapá