Clicky
Marca do Crea-AP para impressão
Disponível em <https://creaap.org.br/noticia_antiga_1031/>.
Acesso em 24/06/2022 às 19h16.

Plenário do Confea inicia atividades de 2013

25 de janeiro de 2013, às 10h06 - Tempo de leitura aproximado: 4 minutos

Formadas e já com coordenadores definidos, as cinco Comissões Permanentes e as duas Especiais, do Confea, estiveram reunidas na manhã de hoje (24) para cumprir uma pauta comum: escolher o coordenador-adjunto, definir o plano de trabalho e o calendário de reuniões de 2013. Para que não haja coincidência com outros compromissos já agendados, as datas escolhidas serão encaminhadas para o Conselho Diretor para confirmação.

À frente da Comissão de Educação e Atribuição Profissional (Ceap), José Geraldo Baracuhy pretende colocar em discussão no âmbito do grupo a produção de um curso à distância sobre Ética Profissional a ser oferecido para os formandos das universidades brasileiras nas áreas da engenharia e agronomia. “Esse seria um recurso dinâmico para difundir nosso Código de Ética Profissional”, diz Baracuhy, para quem o curso  também poderia informá-los sobre a necessidade do registro junto ao Sistema Confea/Crea para serem reconhecidos como profissionais habilitados e comprovarem a projeção e realização de seus projetos para o acervo profissional.

“Sobre as leis que regem as atividades os alunos saem completamente cegos, sem saber que podem ser processados civil e criminalmente caso sua construção, no caso dos engenheiros civis, por exemplo, provoque danos humanos e/ou materiais”.

Outra ideia do coordenador da Ceap é fomentar a criação de comissões de Educação e Atribuição Profissional nos regionais onde a iniciativa ainda não foi tomada. Ele também pretende estreitar as relações com o CNE, Crub e Andifes, respectivamente Conselho Nacional de Educação, Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras e Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior. “Queremos avaliar e diagnosticar as matérias comuns tratadas por essas entidades e a Ceap a fim de estabelecermos procedimentos comuns”, afirma Baracuhy que cita como exemplo “as diferentes cargas horárias consideradas para dos cursos”. Otimista quanto ao desempenho da comissão,  o coordenador se confessa “preocupado” com a aplicação da Resolução 1010, de 2005, cujo software de aplicação precisa ser redesenhado. Para ele, “benéfica para os profissionais porque permite que os registros profissionais sejam atualizados na medida em que se adquire novas especializações, a Resolução facilitará o dia a dia dos Creas na emissão de registros profissionais”.

Atento às declarações de Baracuhy, Dixon Afonso, conselheiro federal membro da Comissão de Controle e Sustentabilidade do Sistema – coordenada por Luís Eduardo Quitério – achou “interessante” a ideia do curso sobre ética e sugeriu que no curso seja explicada a função de cada comissão do Confea. A discussão do tema será proposta para os outros membros da comissão.

Composição

As comissões reunidas foram formadas na quarta-feira com a escolha de seus coordenadores. Os conselheiros também escolheram  o vice-presidente do Confea, Júlio Fialkoski, e definiram a composição do Conselho Diretor.  “Superamos a primeira fase, sem vencedores nem vencidos. Agora, vamos manter o diálogo com os profissionais, promovendo um mutirão de trabalhos até o CNP, quando vamos colher propostas de todo o Brasil para fortalecer o Sistema”, disse Fialkoski.

O novo Conselho Diretor será constituído pelos conselheiros: Darlene Leitão, Mario Induacelino dos Santos, João Francisco dos Anjos, Cassiano Henrique Monteiro e Arciley Alves Pinheiro. Todos assinaram o termo de posse ao final da plenária.

A sessão foi marcada ainda pela aprovação do nome da colaboradora Clécia Abrantes para continuar os trabalhos de assistência à mesa diretora; pela prestação de contas do diretor-presidente da Mútua, Claudio Calheiros, e pela indicação da conselheira Darlene Leitão como representante da plenária no Conselho de Comunicação e Marketing e ainda do conselheiro Marcos Vinícius Santiago para ser o representante titular do plenário no Conselho Gestor do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Sistema Confea/Crea e Mútua (Prodesu).

“Foi um processo democrático, aberto, transparente, com voto nominal de nosso colegiado. Os conselheiros contribuirão bastante com suas experiências em suas novas missões”, comentou o presidente do Confea, eng. civil José Tadeu.

Confira os coordenadores: Marcelo Morais (Cais), Marcos Vinicius Santiago (Ceep), José Geraldo Baracuhy (Ceap), Luís Eduardo Quitério (CCSS), Dirson Freitag (Conp), Francisco Ladaga (CEF) e Walter Logatti Filho (chanceler do Mérito).

Equipe de Comunicação do Confea