Clicky
Marca do Crea-AP para impressão
Disponível em <https://creaap.org.br/noticia_antiga_557/>.
Acesso em 27/09/2022 às 05h42.

Comissões Eleitorais se reuniram em Brasília

22 de fevereiro de 2008, às 5h21 - Tempo de leitura aproximado: 3 minutos

Sob o comando de Etelvino Freitas, eng. civil que responde pela coordenação da Comissão Eleitoral Federal, os coordenadores das Comissões Eleitorais Regionais dos 27 Creas estiveram reunidos na quarta-feira (20) em Brasília.

Na pauta, as regras do processo para a eleição dos presidentes do Confea, dos 27 Creas, de sete conselheiros federais e ainda os diretores-gerais das Caixas de Assistência dos Profissionais do Sistema Confea/Crea.

Com exceção dos candidatos a diretores das Caixas de Assistência, que têm até o dia 19 de março próximo para registrar suas candidaturas, os interessados nos outros cargos têm somente até o dia 4 de março para se inscrever e participar das eleições do Sistema Confea/Crea marcadas para 4 de junho.

Os conselheiros a serem eleitos, renovarão 1/3 das cadeiras do plenário federal, destinadas a representantes das Instituições de Ensino Superior do grupo de Engenharia, e dos seguintes Estados e Modalidades: Pará/Industrial; Pernambuco/Arquitetura; Paraíba/Eletricista; Goiás/Civil; Tocantins/Agronomia e do Rio de Janeiro/Técnicos Agrícolas.

Todos os mandatos têm duração de três anos e vigoram de janeiro de 2009 a dezembro de 2011.
Utilizando urnas eletrônicas e seguindo as regras do TSE, o processo eleitoral do Sistema Confea/Crea traz para 2008 a novidade da Seção Eleitoral. A exemplo das eleições gerais do país, os eleitores serão informados sobre os locais de votação, entre sedes dos Creas, inspetorias e outros a serem espalhados pelos Conselhos Regionais.

CANDIDATOS: COMO PARTICIPAR
Os candidatos à presidência do Confea e dos Creas devem atender às exigências descritas nos editais, entre elas a de estar em dia com suas obrigações junto ao Sistema Confea/Crea e residir há, no mínimo, um ano na jurisdição do Crea ao qual se candidata. A apresentação de certidões, além do plano orçamentário da campanha eleitoral, também é exigida.

Para conselheiro federal, os interessados devem atender o descrito no Anexo II, da Resolução 1021, a mesma que define as regras para a eleição dos presidentes, descritas no Anexo I.
Os candidatos à reeleição não precisam se desincompatibilizar do cargo atual e todos devem se inscrever junto às Comissões Eleitorais Federal, em Brasília, e Regionais nos Estados e no Distrito Federal.

ELEITORES: COMO PARTICIPAR
Com registro nos Creas, o eleitor do Sistema Confea/Crea é o profissional com seus pagamentos atualizados, mesmo que parcelados, até 30 dias antes da eleição, marcadas para 4 de junho.

O total de eleitores será conhecido dia 7 de maio, quando se encerra o prazo para que as Comissões Eleitorais Regionais (CERs) enviem à Comissão Eleitoral Federal (CEF), a relação dos profissionais aptos a votar. Essas relações, posteriormente, serão enviadas ao TSE/TER para distribuição nas seções eleitorais.

O eleitor registrado em um estado com visto em outro, deve votar na jurisdição em que efetuou o pagamento da última anuidade. No ato da votação, o RG e o Registro Profissional têm que ser apresentados à mesa receptora.
Todos os documentos como editais, calendários, formulários para requerimento de candidatura e o Manual de Procedimentos Eleitorais estão disponíveis no site www.confea.org.br

As eleições acontecem dia 4 de junho, das 9h às 19h, horário local, e a apuração será iniciada em seguida. Os vencedores terão seus nomes homologados em 2 de setembro.

A CEF é coordenada pelo eng. civ. Etelvino Freitas que conta com os titulares: Lino da Silva, tec. em edif., que responde pela coordenação adjunta. Cláudio Calheiros, e Pedro Katayama, ambos eng. agr., e Modesto Santos Filho, eng. têxtil.

Dúvidas podem ser esclarecidas através do e-mail cef@confea.org.br e/ou pelos fones: (61) 2105-3863 / 2105-3864.

* Maria Helena de Carvalho – Equipe GCO/Confea