Clicky
Marca do Crea-AP para impressão
Disponível em <https://creaap.org.br/noticia_antiga_560/>.
Acesso em 04/10/2022 às 09h57.

Crea-RN digitaliza registros profissionais de seis estados nordestinos

28 de fevereiro de 2008, às 12h11 - Tempo de leitura aproximado: 1 minuto

O CREA-RN está procedendo a digitalização do novo registro profissional de seis estados do Nordeste, além do Rio Grande do Norte. O procedimento foi solicitado pelo Confea, considerando o sucesso da instituição no recadastramento digitalizado dos profissionais do Estado, já atingindo a marca dos 100%.

O projeto executado pelo Crea-RN está sendo coordenado pela Gerência de Tecnologia e Modernização (GTM) do Confea. Na semana esteve em Natal, a profissional de suporte administrativo do Confea, Sandra Santos Freitas, realizando o treinamento como os novos estagiários, contratados para digitalizar as novas carteiras.

O treinamento ministrado por Sandra foi na área fiscalização do SIC – Sistema de Fiscalização do Confea. Os estagiários estão fazendo a digitalização de imagens: fotografia, assinatura e o polegar nas carteiras dos profissionais. O trabalho começou na segunda quinzena de fevereiro, sob a supervisão da Gerência de Operações do Crea-RN. Estão sendo digitalizadas carteiras profissionais dos estados da BA,SE,AL,PE, PB e PI, além de remanescentes do RN.

Sandra Santos mostrou-se satisfeita com o andamento dos trabalhos. “O serviço está ótimo”, disse ela, elogiando a preparação dos estagiários pela Divisão de Registro Profissional do Crea-RN. O primeiro lote já foi concluído. Após a digitalização as carteiras são enviadas para o Confea e repassadas para a empresa de impressão, agilizando os procedimentos.

PERFORMANCE – Para o gerente de Operações do Crea-RN, Claudionaldo Câmara, a atribuição do Confea na parte de digitalização representa o reconhecimento pelo recadastramento dos profissionais realizado pelo Crea potiguar.

O Crea-RN foi a primeiro a concluir os procedimentos no Nordeste e também no país. “O Confea nos procurou para fazer a parceria em função do nosso bom desempenho. Para nós essa atribuição é também um prêmio”, avalia Claudionaldo.

O recadastramento dos profissionais prossegue até abril. No RN, do universo de 10.500 mil profissionais registrados, cerca dez mil já fizeram o procedimento. Claudionaldo adianta, que “restam apenas alguns remanescentes que estão vindo no pinga-pinga.”