Clicky
Marca do Crea-AP para impressão
Disponível em <https://creaap.org.br/noticia_antiga_920/>.
Acesso em 03/12/2022 às 23h17.

SOEAA DISCUTE MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRA E MUNDIAL

4 de novembro de 2009, às 5h29 - Tempo de leitura aproximado: 1 minuto

Em tempos de preocupação ambiental e mudanças climáticas, cujos contextos remetem a soluções renováveis, a Semana Oficial da Engenharia, da Arquitetura e da Agronomia discutirá a matriz energética brasileira. Para tornar o debate amplo e com a participação de diversos pontos de vista, foram convidados especialistas de empresas como a Petrobras e Itaipu, além de dirigentes de instituições que militam na área.

Defendendo a expansão do uso do carvão mineral na matriz energética do Brasil, o presidente da Associação Brasileira de Carvão Mineral, Fernando Luiz Zancan, ministrará palestra na programação da Soeaa, no dia 3 de dezembro.

Entre outros pontos de vista diferenciados do convencional, Zancan critica a instrução do Ministério do Meio Ambiente que exige compensação ambiental para as termelétricas a carvão. “A medida duplica o custo de produção de uma usina de carvão. Sem carvão, vamos usar fontes mais caras e vamos perder competitividade. Pensar a matriz energética brasileira sem o carvão mineral é impossível”, defende.

Zancan afirma que, apesar de o carvão ser visto como o grande vilão ambiental, há meios de se trabalhar a tecnologia, melhorando a eficiência energética das usinas a carvão, com maior captura de CO2. A Semana Oficial da Engenharia, da Arquitetura e da Agronomia (Soeaa) acontecerá de 2 a 6 de dezembro, em Manaus. Além de Zancan, outros palestrantes abordarão questões ambientais e de desenvolvimento do país.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Confea